Posts Marcados Respeito

AmorFobia?

Algo que as redes sociais tem me mostrado mais a cada dia, é como as pessoas são (ou estão?) preconceituosas e intolerantes. Disseminar ódio virou moda. Parece até que acham bonito!

Eu perco a fé na humanidade quando vejo líderes religiosos fazendo vídeos preconceituosos e ao mesmo tempo falando de Deus. Que família é macho e fêmea, por exemplo. Até onde eu sei, existem algumas passagens na bíblia assim “Não julgueis, para que não sejais julgados.”. Também tem aquela outra “não façais o que não queiras que os outros façam a ti.”. A bíblia desses líderes tem essas passagens, mas melhor fechar os olhos. Preferem sair boicotando marcas que apoiam movimentos a disseminar amor no mundo… É uma pena!

Respeito às religiões, todas. Acredito que existam pessoas que sigam a mesma crença desses líderes, mas que enxergam de uma forma diferente. Por que não? Sou espírita, mas isso não quer dizer que eu abaixo a cabeça pra tudo o que ouço nas palestras que assisto. Tiro o melhor delas e sigo meu caminho que é de paz e luz. Como lutar por um mundo sem desigualdades se até mesmo a religião quer segregar?

 

As maiores marcas do mundo apoiam o amor sem diferenças. Facebook, Google, YouTube, Microsoft, Dell, Apple, Motorola, Amazon, Nike, Coca-Cola, etc. Se for pra boicotar marcas, parem de utilizar todas. Não utilizem as redes sociais; Não comprem calçados, roupas e acessórios dessas marcas; Não tenham mais acesso à internet. Vídeo no YouTube que é uma marca que apoia o movimento LGBT? Por favor, né! Nem pensar.

Já existem tantas formas de preconceitos… Raciais, Sociais, Sexuais, etc. Será que estamos entrando na “era” do preconceito do Amor? E assim que nasce o AMORFOBIA!

 Salve-se quem puder!

, , , , ,

Deixe um comentário

O Feminismo.

Existem várias formas de descrever o feminismo, mas eu o descrevo como um movimento para combater o machismo, o sexismo e também para desfazer a hierarquização dos sexos. Em suma, o feminismo luta pela igualdade de direito entre homens e mulheres.

Ouvi falar do feminismo há mais ou menos cinco anos. Saber da existência dele e afins. Porém, algumas coisas me desagradavam muito, principalmente os extremos existentes nesse movimento. Até que por alguma coincidência do destino, conheci o Blog Escreva Lola Escreva. Foi a partir dele que comecei realmente a gostar da essência do feminismo.

No Brasil existem vários Coletivos e Organizações Feministas. Eles foram se expandindo e as mulheres foram tomando o seu devido lugar (lembrando que lugar de mulher é: aonde ELAS quiserem). Mulheres de opinião, fortes; Mulheres que sofreram os mais diversos tipos de agressão e abusos; Mulheres negras, mulatas, brancas, índias; Mulheres heterossexuais, homossexuais, transexuais; Mulheres com ou sem religião; Mulheres de altas e baixas rendas; Enfim, mulheres que lutam diariamente por uma sociedade mais igualitária e justa.

Eu tenho orgulho de todas essas mulheres, que de alguma forma abriram os olhos para um feminismo positivo e de aconchego. Com o feminismo eu também aprendi a ver as coisas de um modo diferente. Abandonei os preconceitos de ontem e mantenho a mente aberta para o novo. Num exercício diário e continuo. E ninguém precisa de carteirinha pra ser Feminista, o que a gente precisa é ouvir outras mulheres e crescer com elas – ter sororidade.

Porque mulheres não merecem ser estupradas porque usam roupas curtas; Porque mulheres não são objetos sexuais para receberem buzinadas ou cantadas na rua; Porque mulheres não são um pedaço de carne esperando alguém dar o bote; Porque mulheres não tem obrigação de cuidar da casa, dos filhos e estar com a comida posta quando o marido chega. Mulheres também têm direito de viver.

Se cada uma de nós plantarmos uma sementinha, logo teremos uma sociedade mais digna e justa, onde mulheres serão, ao menos, RESPEITADAS. É por isso que eu apoio o Feminismo, porque acredito na nossa força e na força de todas essas mulheres que ainda vivem cercadas de machismo e sexismo. E juntas, somos mais fortes!

Obs.: Quem quiser ler mais a respeito, na minha lista de links (à direita), tem alguns outros blogs que acompanho – e recomendo.

, , , ,

2 Comentários

Corpo e Mente

Eu era magra. Tinha o corpo “ideal” (utilizando a visão da sociedade de um modo geral). Meu peso estava de acordo com a minha altura. Isso há quatro anos. Em 2013/2014 eu tive um problema ginecológico. Foi constatado que eu tinha/tenho síndrome dos ovários policísticos. Nesse período meu peso aumentou consideravelmente… Eu tive que fazer um tratamento durante um período (com medicamentos) e isso aguçou mais ainda a situação. Hoje eu não tenho aquele corpo de quatro anos atrás.

É fácil perceber que quando uma pessoa está algum tempo sem me ver já olha com aquela cara de “nossa, como você engordou”, ou fala na cara mesmo. Eu não quero ser um objeto da sociedade, tendo que ter restrições e fazendo coisas forçadas pra que todo mundo me olhe e diga “noooooooossa, que linda que ela está”. Porque no Brasil ser linda é sinônimo de ser magra e malhada. É sinônimo de “saúde”. Agora deixem eu contar um segredinho: ser magra não é sinônimo de saúde! Assim como ser gorda não é sinônimo de falta de saúde.

Conheço magras lindas que são neuróticas porque sempre estão se achando gordas. Aquelas que se aumentam cem gramas acham que o mundo vai acabar. Sinceramente, em que momento isso é ser saudável? Adianta ter um corpo saudável e uma mente doente? Também conheço mulheres gordas que são lindas, saudáveis, mas que se deixam abater por causa dessa sociedade medíocre que insiste em dizer para elas que elas não são bonitas, mesmo sendo mulheres extraordinárias! A mídia ajuda nisso, nessa forma de olhar gorda como mulher feia e NÃO É.

Basta fazer uma pesquisa rápida em algum site de buscas. Digite “pessoas que engordaram”. É óbvio que a mídia dá foco às pessoas famosas. Agora, imaginem elas lendo essa notícia. Se coloque no lugar delas. Se coloque no lugar das pessoas que estão com sobrepeso ou que engordaram e/ou que sempre foram gordos. Pessoas que não gostam de estar nessa posição. Porque sim, tem gente que gosta do corpo que tem, mesmo não estando dentro do padrão da sociedade.

Acredito que é a sociedade que cria esses conflitos. A gente acaba entrando nesse círculo vicioso. Não quero aqui julgar ninguém, só desejo que as pessoas sejam mais coerentes e se policiem mais com seus comentários maldosos. A gente não precisa apontar o dedo pro outro para ser feliz.

Se você é atleta e ama isso, que bom! É tão gostoso fazer o que nos dá prazer. Se você almeja chegar em algum determinado “peso ideal” porque isso vai te deixar bem, faça-o. Porém, não deixe que imponham isso a você. Nada que é feito sem amor traz resultados positivos. Não sofra!

Não importa se seu corpo é magro, ideal ou gordo. O que importa é como isso te afeta. Ainda sonho em acordar em uma sociedade em que as pessoas julguem menos e machuquem menos as outras pessoas. É um exercício diário. A gente recebe o que a gente dá. Que tal utilizar o “dom” da empatia quando for julgar algo ou alguém?

, , , , , , ,

Deixe um comentário

O que pode mudar o Brasil?

Nessa turbulência entre os aspectos políticos, sociais, éticos, culturais e econômicos, acredito que o Brasil só tenha uma forma de se estabelecer: ORGANIZANDO, ESTUDANDO e se UNINDO.

Não existe mágica. Essa coisa de extremismo não leva a nada, nem na direita e nem na esquerda. Não adianta sair por aí querendo revolucionar! Tem que sentar e conversar. Tem que ENTENDER os problemas. Tem que DIALOGAR. É fácil centrar numa meta e acreditar nela, e fazer com que aconteça. Porém, tem que ver se em todos os ângulos ela terá efeitos positivos (ou pelo menos, na grande maioria).

Ninguém agrada Gregos e Troianos. Não dá para agradar a todos. A gente nasce e tem uma determinada educação. Depois cresce e muda de opinião, toda hora, o tempo todo. Estuda, evolui, CRESCE. E com o Brasil, não é diferente! O que vivemos hoje é resultado de todo um passado, de toda uma história! Ele precisa CRESCER, mas pra isso, tem que ESTUDAR. Estudar formas de governos, estudar uma nova estrutura na política, econômica, etc. Quem não faz parte disso diretamente (política e economia), que cuide dos demais aspectos, dos sociais, culturais… Você também é responsável pelo Brasil que é construído dia-a-dia! Você é um dos que incita a violência e o ódio através do preconceito? Ou você é um dos que luta pelos seus direitos e que não julga os outros por sua cultura, gênero, cor, etc.? Você faz parte disso!

Cansei de ouvir “eu não tenho culpa pelos rumos que o Brasil está tomando, porque eu não votei na Dilma”. E desde quando ela é a culpada? Ela é simplesmente quem representa o país, quem dá a cara à tapa! Não importa quem estará à frente dele… O que importa é o rumo que ele vai tomar, de acordo com as atitudes que os demais órgãos responsáveis tiveram e terão daqui pra frente.

Você votou em um candidato a Presidência, mas esqueceu de todos os outros cargos? Para quem você votou nessas eleições para Deputado Estadual/Federal/Governador/Senador? Eu acho incrível essa galera que só fala do PT. Muitos deles votaram na legenda do PT para os demais cargos. O PT tem falhas. O PSDB tem falhas. Todos têm e vão continuar tendo! Impossível acertar sempre. Ninguém é perfeito!

Política não é feita apenas pelo Presidente da República. Temos três poderes onde o Presidente é o líder do Poder Executivo. O Poder Executivo tem a função de governar o povo e administrar os interesses públicos, de acordo com as leis previstas na Constituição Federal. Não pode ser criada nenhuma lei que seja inconstitucional. Temos dezenas de Deputados. Temos Senadores e Governadores. Temos a liberdade de expressão e o direito de ir e vir.

Esse post é mais um desabafo depois de ver muitas pessoas lavando as mãos e dizendo que ver um Deputado Federal reeleito (e o mais bem votado do RJ) incitando a prática do estupro é algo normal. NÃO É NORMAL! O Brasil não precisa disso. Já chega de violência nesse país! Se você quer fazer a diferença e mostrar sua indignação perante o fato, assine também a Petição que pede a cassação do Deputado Jair Bolsonaro: https://secure.avaaz.org/po/petition/Conselho_de_Etica_da_Camara_dos_Deputados_Cassacao_do_Deputado_Jair_Bolsonaro_PPRJ/?sKBXieb
230 mil pessoas já assinaram! Assine também e faça a sua parte.

E só mais uma coisa! Pra galera que gosta de ficar metendo o pau no Governo e não faz nada pra tentar mudar isso: “É O SUJO FALANDO DO MAL LAVADO.”. Tira a bunda da cadeira e vai estudar formas de fazer a diferença no que tá te incomodando tanto. Nada cai do céu!

Obs.: Não sou PT e nenhum outro partido, mas simpatizo mais com a esquerda sim.

, , , , , ,

Deixe um comentário

Julien Blanc, aqui não!

O americano Julien, de 25 anos, está numa turnê chamada “Engasgando Meninas Pelo Mundo” que ensina homens a “como pegar mulher”. Ele que já foi expulso de alguns países pela própria Polícia e está com data marcada para seu “evento” aqui no Brasil em Janeiro de 2015 no Rio de Janeiro (RJ) e Florianópolis (SC).

As aulas e “técnicas” ministradas por ele exaltam a cultura do estupro, crimes de agressão emocional e física contra mulheres, o racismo e o profundo desrespeito pelas mulheres. Dentre elas estão: “isolar a garota”, levando-a para o “local do sexo” sem que ela tenha tempo de consentir; manter as mulheres assustadas; ter certeza que elas não tenham acesso a dinheiro; ignorar quando mulheres dizem não à aproximação sexual; fazer ofensas racistas; atacar a autoestima das mulheres; agredir emocional e fisicamente para que elas façam o que ele quer.

Julien cobra $3000,00 de cada inscrito no tal “evento” e um país como o Brasil que luta para que não exista a violência contra a mulher, não pode aceitar um evento desses.

Por isso, foi criada uma petição pedindo que a Polícia Federal Brasileira não deixe que ele entre no Brasil e cancele este evento. ASSINE! É rápido e fácil de fazê-lo. Não vamos deixar que um cara como este venha até aqui espalhar mais ódio e violência!

‎#TakeDownJulienBlanc

Petição: https://secure.avaaz.org/po/petition/Policia_Federal_Brasileira_Expulsao_de_Julien_Blance/

, , , ,

Deixe um comentário