Posts Marcados Racismo

Julien Blanc, aqui não!

O americano Julien, de 25 anos, está numa turnê chamada “Engasgando Meninas Pelo Mundo” que ensina homens a “como pegar mulher”. Ele que já foi expulso de alguns países pela própria Polícia e está com data marcada para seu “evento” aqui no Brasil em Janeiro de 2015 no Rio de Janeiro (RJ) e Florianópolis (SC).

As aulas e “técnicas” ministradas por ele exaltam a cultura do estupro, crimes de agressão emocional e física contra mulheres, o racismo e o profundo desrespeito pelas mulheres. Dentre elas estão: “isolar a garota”, levando-a para o “local do sexo” sem que ela tenha tempo de consentir; manter as mulheres assustadas; ter certeza que elas não tenham acesso a dinheiro; ignorar quando mulheres dizem não à aproximação sexual; fazer ofensas racistas; atacar a autoestima das mulheres; agredir emocional e fisicamente para que elas façam o que ele quer.

Julien cobra $3000,00 de cada inscrito no tal “evento” e um país como o Brasil que luta para que não exista a violência contra a mulher, não pode aceitar um evento desses.

Por isso, foi criada uma petição pedindo que a Polícia Federal Brasileira não deixe que ele entre no Brasil e cancele este evento. ASSINE! É rápido e fácil de fazê-lo. Não vamos deixar que um cara como este venha até aqui espalhar mais ódio e violência!

‎#TakeDownJulienBlanc

Petição: https://secure.avaaz.org/po/petition/Policia_Federal_Brasileira_Expulsao_de_Julien_Blance/

, , , ,

Deixe um comentário

É preconceito SIM

Para a maioria da classe privilegiada, o direito (quase nulo) da minoria nunca é sinal de preconceito. É tudo “bobagem” e “coisa de quem não tem mais o que fazer”. A questão é que o preconceito existe sim, sempre existiu e eu espero que um dia ele acabe.

A série “Sexo e as negas” do Miguel Falabella não é racista; a declaração de Levy Fidelix no último debate presidenciável não foi homofóbica; o Bolsa Família é coisa pra vagabundo que não quer trabalhar. Essa é a visão da maioria da classe privilegiada.

Fico pensando se todos pudéssemos passar algum dia pela experiência de vida dessas pessoas. Um único dia, para que pudéssemos sentir na pele o que é ser humilhada com assédio moral constante, piadinhas sem graça, etc. Como diz aquele velho ditado, pimenta nos olhos dos outros é refresco!

É muito fácil chamar negro de preto, gay de viado e pobre de vagabundo. Você não sabe como é. E ainda por cima diz “ah, fulanx não se importa com as “brincadeiras””. Será mesmo que não se importa? Você se importaria se tivesse na pele dele? Brasileiro é muito comediante, faz comédia com tudo mesmo.

Respeito! Acho que todos temos que ter respeito para recebê-lo de volta. Se não for por amor, que seja pela dor. Que essas pessoas sejam punidas pela justiça e aprendam a lição.

, , ,

Deixe um comentário

Maledicência e Racismo

É natural vermos imagens e vídeos sendo postados frequentemente nos aplicativos de celulares/redes sociais, etc. e é incrível como estes se tornam “populares” quando denigrem a imagem de alguém. Parece que cada vez mais as pessoas tem “prazer” em rir dos outros e espalhar a maledicência no mundo.

Recentemente foram publicadas algumas matérias na mídia a respeito de um casal da cidade de Muriaé-MG que divulgou algumas de suas fotos em suas redes sociais. Fotos normais de um casal, abraçados, felizes, como qualquer outro. Acontece que alguém (ou um grupo de pessoas, está sendo investigado ainda), criou uma comunidade no facebook com o nome “Dóris Nescau – 3.0 pq o 2.0 noix bebeu”. Por que este nome? Acredito eu que seja porque a moça é negra e o rapaz tem pele clara. Pior que isso é ver o print da página onde existem 330 curtidas. Racismo é crime! Usar a imagem de outras pessoas sem autorização é crime!

Até onde as pessoas podem chegar pelo simples prazer de denegrir a imagem de alguém?

Este é um dos casos em que foi denunciado à polícia e eles estão investigando, mas quantos outros existem? Quantas pessoas nesse momento estão se sentindo mal por conta dessxs agressorxs?

Tomara que encontrem quem criou a página e que punam também quem curtiu! É obrigação de cada um de nós denunciar esse tipo de página. Isso é CRIME. Para denunciar, basta entrar no site da Polícia Federal: http://denuncia.pf.gov.br/ . Se cada um fizer a sua parte, podemos criar uma sociedade melhor.

Deixe um comentário