Posts Marcados Mulheres

O Feminismo.

Existem várias formas de descrever o feminismo, mas eu o descrevo como um movimento para combater o machismo, o sexismo e também para desfazer a hierarquização dos sexos. Em suma, o feminismo luta pela igualdade de direito entre homens e mulheres.

Ouvi falar do feminismo há mais ou menos cinco anos. Saber da existência dele e afins. Porém, algumas coisas me desagradavam muito, principalmente os extremos existentes nesse movimento. Até que por alguma coincidência do destino, conheci o Blog Escreva Lola Escreva. Foi a partir dele que comecei realmente a gostar da essência do feminismo.

No Brasil existem vários Coletivos e Organizações Feministas. Eles foram se expandindo e as mulheres foram tomando o seu devido lugar (lembrando que lugar de mulher é: aonde ELAS quiserem). Mulheres de opinião, fortes; Mulheres que sofreram os mais diversos tipos de agressão e abusos; Mulheres negras, mulatas, brancas, índias; Mulheres heterossexuais, homossexuais, transexuais; Mulheres com ou sem religião; Mulheres de altas e baixas rendas; Enfim, mulheres que lutam diariamente por uma sociedade mais igualitária e justa.

Eu tenho orgulho de todas essas mulheres, que de alguma forma abriram os olhos para um feminismo positivo e de aconchego. Com o feminismo eu também aprendi a ver as coisas de um modo diferente. Abandonei os preconceitos de ontem e mantenho a mente aberta para o novo. Num exercício diário e continuo. E ninguém precisa de carteirinha pra ser Feminista, o que a gente precisa é ouvir outras mulheres e crescer com elas – ter sororidade.

Porque mulheres não merecem ser estupradas porque usam roupas curtas; Porque mulheres não são objetos sexuais para receberem buzinadas ou cantadas na rua; Porque mulheres não são um pedaço de carne esperando alguém dar o bote; Porque mulheres não tem obrigação de cuidar da casa, dos filhos e estar com a comida posta quando o marido chega. Mulheres também têm direito de viver.

Se cada uma de nós plantarmos uma sementinha, logo teremos uma sociedade mais digna e justa, onde mulheres serão, ao menos, RESPEITADAS. É por isso que eu apoio o Feminismo, porque acredito na nossa força e na força de todas essas mulheres que ainda vivem cercadas de machismo e sexismo. E juntas, somos mais fortes!

Obs.: Quem quiser ler mais a respeito, na minha lista de links (à direita), tem alguns outros blogs que acompanho – e recomendo.

, , , ,

2 Comentários

Julien Blanc, aqui não!

O americano Julien, de 25 anos, está numa turnê chamada “Engasgando Meninas Pelo Mundo” que ensina homens a “como pegar mulher”. Ele que já foi expulso de alguns países pela própria Polícia e está com data marcada para seu “evento” aqui no Brasil em Janeiro de 2015 no Rio de Janeiro (RJ) e Florianópolis (SC).

As aulas e “técnicas” ministradas por ele exaltam a cultura do estupro, crimes de agressão emocional e física contra mulheres, o racismo e o profundo desrespeito pelas mulheres. Dentre elas estão: “isolar a garota”, levando-a para o “local do sexo” sem que ela tenha tempo de consentir; manter as mulheres assustadas; ter certeza que elas não tenham acesso a dinheiro; ignorar quando mulheres dizem não à aproximação sexual; fazer ofensas racistas; atacar a autoestima das mulheres; agredir emocional e fisicamente para que elas façam o que ele quer.

Julien cobra $3000,00 de cada inscrito no tal “evento” e um país como o Brasil que luta para que não exista a violência contra a mulher, não pode aceitar um evento desses.

Por isso, foi criada uma petição pedindo que a Polícia Federal Brasileira não deixe que ele entre no Brasil e cancele este evento. ASSINE! É rápido e fácil de fazê-lo. Não vamos deixar que um cara como este venha até aqui espalhar mais ódio e violência!

‎#TakeDownJulienBlanc

Petição: https://secure.avaaz.org/po/petition/Policia_Federal_Brasileira_Expulsao_de_Julien_Blance/

, , , ,

Deixe um comentário

Últimos acontecimentos

Minhas merecidas férias estão na metade, motivo pelo qual eu tenho deixado de postar semanalmente (férias = descanso de tudo: corpo, mente e alma). Masssss, hoje acordei com vontade de escrever! Desta forma, cá estou eu!

Alguns acontecimentos vem marcando esses últimos dias. O primeiro e mais relevante foi a prisão de Tiago Henrique Gomes da Rocha, de 26 anos, suspeito por um série de assassinatos em Goiânia, das quais a maioria eram mulheres. Ele confessou 39 mortes. Pra mim está mais que na cara que este homem matava por prazer e odeia mulheres provavelmente por ter sido rejeitado algum dia (um misógino). Enfim, que a justiça seja feita e que este cara permaneça atrás das grades por muitos anos!

Estamos em outubro e por isso é tempo de dizer: “Hallo Blumenau, Bom dia Brasil, Dezessete dias de folia! Música, cerveja e alegria.”. Acontece de 8 à 26 de outubro a Oktoberfest Blumenau 2014. A festa tipicamente alemã conta com várias atrações artísticas e culturais. Vale à pena conferir! Os desfiles, as bandas e principalmente os chopes são um arraso! Caso alguém queira conhecer, ainda dá tempo. Comprem seus ingressos pela internet antecipadamente, pois agora tem limitação de público dentro dos pavilhões. Minha dica para quem aprecia boas cervejas: não deixem de conhecer a Cervejaria Eisenbahn e todas as suas delícias (Ah! E a Fábrica fica em Blumenau também. Pode até agendar visita para conhecer!).

OktoberfestPor último, mas não menos importante, a eleição para presidência! Ontem acompanhei o Debate na Record, mas foi angustiante do início ao fim. Por nenhum dos dois me representarem, não tive o interesse quanto os demais debates transmitidos. Era quem mais podia falar mal do outro com suas estatísticas loucas, achei um saco! Só tenho certeza de uma coisa: NÃO VOTAREI NO AÉCIO. Quero que o Brasil cresça e não retroceda. Nem precisam tentar me convencer, Aécio jamais!AécioNão

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Aborto clandestino

Esta semana tivemos mais um caso de aborto no Brasil. Mais uma mulher perdendo a vida para realizar um procedimento arriscado e caro.

Elizângela Barbosa, de 32 anos, foi encontrada numa estrada de Niterói. Ela já era mãe de três filhos e resolveu realizar o aborto por reconhecer que não teria condições de criar mais uma criança e também por não estar conseguindo emprego, devido à gestação.

 

Elizângela Barbosa

Elizângela Barbosa

Outro caso recente é a de Jandira Magdalena dos Santos Cruz, 27 anos, que estava desaparecida desde 26 de agosto. Foi encontrado um corpo carbonizado em Guaratiba e o exame de DNA confirmou que este era o da jovem.

Jandira

Jandira Magdalena dos Santos Cruz

Aos que só veem o lado de que a mulher poderia ter se prevenido, eu peço que repensem! Camisinhas podem estourar; anticoncepcionais podem falhar; Estes que são os métodos mais simples de prevenção, podem não prevenir e acontecer uma gravidez inesperada. E os homens? Só relaxam e curtem? NÃO. A culpa pela gravidez é dos DOIS!

Eu não entendo porque num país onde a pílula do dia seguinte é permitida, o aborto legal não é permitido. O SUS gasta verdadeiras fortunas anualmente ao fazer procedimentos pós-abortivos. Isso para as que conseguem chegar vivas até os hospitais. 850 mil mulheres realizam aborto no Brasil por ano.

Quantas mulheres mais precisarão morrer para que o País tome alguma providência? Está mais que na hora de reconhecer o aborto como um problema de saúde pública e dar apoio às mulheres. Pode ter certeza que quem “engravida porque quer”, não faz aborto clandestino!

, , , ,

4 Comentários

Exposição Feminina

Anos atrás, mais precisamente em 2009, tive a sorte de encontrar quatro meninas/mulheres que tinham uma banda e estavam à procura de mais uma integrante. Participei de um dos ensaios e fui “aprovada”. Ter uma banda de rock/hard rock sempre foi um grande sonho meu – o realizei.

00025

Me lembro que inicialmente, antes de fazermos apresentações, o nome da banda era Topless. Tinha logo e tudo mais. Porém, este nome foi modificado por conta das possíveis “piadinhas” que teríamos que tolerar. Na realidade, quando falávamos o nome da banda para pessoas próximas, já sentíamos uma série de (pré)conceitos. Por isso, mudamos o nome.

É interessante como um simples nome, uma simples “marca”, pode afetar. Acredito que se a banda tivesse continuado com o nome Topless, com certeza os cartazes para os eventos seriam abusivos, explorando a palavra em si e não o que a banda realmente era.

hard_rock

Costumo acompanhar as bandas da região e hoje me decepcionei com um cartaz que vi! Um bar montou um de seus cartazes para divulgar o evento com uma banda só de mulheres, inclusive amigas minhas. No cartaz, foi feito uma arte com um desenho de uma garota sentada no chão, apoiada em um cubo (caixa de som para guitarra) com as pernas [bem] abertas e a guitarra no meio das pernas. A garota vestia uma camiseta e aparentemente um shorts bem curto (pra não dizer calcinha) e calçava botas cano longo. Ao lado dela, uma garrafa de cerveja jogada no chão, derramando. Acima do desenho foi feito um balão de conversação escrito o nome da banda (que não tem nada a ver com a imagem). Fiquei me perguntando em que diabos o cara que criou o cartaz estava pensando.

pensando

Talvez seja exagero de minha parte, mas sinceramente, eu não gostaria de ter o nome da minha banda vinculado a uma imagem dessas. Banda de garotas não é sinônimo de bebedeira e poses vinculadas ao erotismo e sexismo. São profissionais, músicos como todos os outros que merecem respeito. Nunca vi nenhuma banda de rock masculina ser representada por esse tipo de arte. Você já?

Homens

Deixo aqui minha admiração e meu respeito por todos os músicos! Música é arte, é amor, é vida. Chega de sexismo e erotismo nas artes (e nas mulheres)!

, , , , , , , ,

1 comentário