Posts Marcados Justiça

O que pode mudar o Brasil?

Nessa turbulência entre os aspectos políticos, sociais, éticos, culturais e econômicos, acredito que o Brasil só tenha uma forma de se estabelecer: ORGANIZANDO, ESTUDANDO e se UNINDO.

Não existe mágica. Essa coisa de extremismo não leva a nada, nem na direita e nem na esquerda. Não adianta sair por aí querendo revolucionar! Tem que sentar e conversar. Tem que ENTENDER os problemas. Tem que DIALOGAR. É fácil centrar numa meta e acreditar nela, e fazer com que aconteça. Porém, tem que ver se em todos os ângulos ela terá efeitos positivos (ou pelo menos, na grande maioria).

Ninguém agrada Gregos e Troianos. Não dá para agradar a todos. A gente nasce e tem uma determinada educação. Depois cresce e muda de opinião, toda hora, o tempo todo. Estuda, evolui, CRESCE. E com o Brasil, não é diferente! O que vivemos hoje é resultado de todo um passado, de toda uma história! Ele precisa CRESCER, mas pra isso, tem que ESTUDAR. Estudar formas de governos, estudar uma nova estrutura na política, econômica, etc. Quem não faz parte disso diretamente (política e economia), que cuide dos demais aspectos, dos sociais, culturais… Você também é responsável pelo Brasil que é construído dia-a-dia! Você é um dos que incita a violência e o ódio através do preconceito? Ou você é um dos que luta pelos seus direitos e que não julga os outros por sua cultura, gênero, cor, etc.? Você faz parte disso!

Cansei de ouvir “eu não tenho culpa pelos rumos que o Brasil está tomando, porque eu não votei na Dilma”. E desde quando ela é a culpada? Ela é simplesmente quem representa o país, quem dá a cara à tapa! Não importa quem estará à frente dele… O que importa é o rumo que ele vai tomar, de acordo com as atitudes que os demais órgãos responsáveis tiveram e terão daqui pra frente.

Você votou em um candidato a Presidência, mas esqueceu de todos os outros cargos? Para quem você votou nessas eleições para Deputado Estadual/Federal/Governador/Senador? Eu acho incrível essa galera que só fala do PT. Muitos deles votaram na legenda do PT para os demais cargos. O PT tem falhas. O PSDB tem falhas. Todos têm e vão continuar tendo! Impossível acertar sempre. Ninguém é perfeito!

Política não é feita apenas pelo Presidente da República. Temos três poderes onde o Presidente é o líder do Poder Executivo. O Poder Executivo tem a função de governar o povo e administrar os interesses públicos, de acordo com as leis previstas na Constituição Federal. Não pode ser criada nenhuma lei que seja inconstitucional. Temos dezenas de Deputados. Temos Senadores e Governadores. Temos a liberdade de expressão e o direito de ir e vir.

Esse post é mais um desabafo depois de ver muitas pessoas lavando as mãos e dizendo que ver um Deputado Federal reeleito (e o mais bem votado do RJ) incitando a prática do estupro é algo normal. NÃO É NORMAL! O Brasil não precisa disso. Já chega de violência nesse país! Se você quer fazer a diferença e mostrar sua indignação perante o fato, assine também a Petição que pede a cassação do Deputado Jair Bolsonaro: https://secure.avaaz.org/po/petition/Conselho_de_Etica_da_Camara_dos_Deputados_Cassacao_do_Deputado_Jair_Bolsonaro_PPRJ/?sKBXieb
230 mil pessoas já assinaram! Assine também e faça a sua parte.

E só mais uma coisa! Pra galera que gosta de ficar metendo o pau no Governo e não faz nada pra tentar mudar isso: “É O SUJO FALANDO DO MAL LAVADO.”. Tira a bunda da cadeira e vai estudar formas de fazer a diferença no que tá te incomodando tanto. Nada cai do céu!

Obs.: Não sou PT e nenhum outro partido, mas simpatizo mais com a esquerda sim.

, , , , , ,

Deixe um comentário

É preconceito SIM

Para a maioria da classe privilegiada, o direito (quase nulo) da minoria nunca é sinal de preconceito. É tudo “bobagem” e “coisa de quem não tem mais o que fazer”. A questão é que o preconceito existe sim, sempre existiu e eu espero que um dia ele acabe.

A série “Sexo e as negas” do Miguel Falabella não é racista; a declaração de Levy Fidelix no último debate presidenciável não foi homofóbica; o Bolsa Família é coisa pra vagabundo que não quer trabalhar. Essa é a visão da maioria da classe privilegiada.

Fico pensando se todos pudéssemos passar algum dia pela experiência de vida dessas pessoas. Um único dia, para que pudéssemos sentir na pele o que é ser humilhada com assédio moral constante, piadinhas sem graça, etc. Como diz aquele velho ditado, pimenta nos olhos dos outros é refresco!

É muito fácil chamar negro de preto, gay de viado e pobre de vagabundo. Você não sabe como é. E ainda por cima diz “ah, fulanx não se importa com as “brincadeiras””. Será mesmo que não se importa? Você se importaria se tivesse na pele dele? Brasileiro é muito comediante, faz comédia com tudo mesmo.

Respeito! Acho que todos temos que ter respeito para recebê-lo de volta. Se não for por amor, que seja pela dor. Que essas pessoas sejam punidas pela justiça e aprendam a lição.

, , ,

Deixe um comentário

Aborto clandestino

Esta semana tivemos mais um caso de aborto no Brasil. Mais uma mulher perdendo a vida para realizar um procedimento arriscado e caro.

Elizângela Barbosa, de 32 anos, foi encontrada numa estrada de Niterói. Ela já era mãe de três filhos e resolveu realizar o aborto por reconhecer que não teria condições de criar mais uma criança e também por não estar conseguindo emprego, devido à gestação.

 

Elizângela Barbosa

Elizângela Barbosa

Outro caso recente é a de Jandira Magdalena dos Santos Cruz, 27 anos, que estava desaparecida desde 26 de agosto. Foi encontrado um corpo carbonizado em Guaratiba e o exame de DNA confirmou que este era o da jovem.

Jandira

Jandira Magdalena dos Santos Cruz

Aos que só veem o lado de que a mulher poderia ter se prevenido, eu peço que repensem! Camisinhas podem estourar; anticoncepcionais podem falhar; Estes que são os métodos mais simples de prevenção, podem não prevenir e acontecer uma gravidez inesperada. E os homens? Só relaxam e curtem? NÃO. A culpa pela gravidez é dos DOIS!

Eu não entendo porque num país onde a pílula do dia seguinte é permitida, o aborto legal não é permitido. O SUS gasta verdadeiras fortunas anualmente ao fazer procedimentos pós-abortivos. Isso para as que conseguem chegar vivas até os hospitais. 850 mil mulheres realizam aborto no Brasil por ano.

Quantas mulheres mais precisarão morrer para que o País tome alguma providência? Está mais que na hora de reconhecer o aborto como um problema de saúde pública e dar apoio às mulheres. Pode ter certeza que quem “engravida porque quer”, não faz aborto clandestino!

, , , ,

4 Comentários

“São cinco torcedores, uma torcedora e mais quatro.”

 Primeiramente, vale ressaltar que eu não sou Gremista.

De acordo com a notícia do Portal do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (http://www.stjd.org.br), o Grêmio foi excluído da Copa do Brasil por conta das injúrias raciais proferidas pela torcida contra o goleiro do Santos, Aranha. Eu não fui atrás da legislação e nem das regras da Copa do Brasil para verificar se a punição está de acordo ou não, mas acredito que esteja, afinal, este deveria ser um órgão sério. Xs torcedorxs eram do Grêmio, fato. Por isso eles devem pagar sim. Porém, acho que não é motivo para tirá-lo da Copa do Brasil. Até porque, julgar a atitude de cinco pessoas para prejudicar o time inteiro é complicado. O clube não tem como ter controle do que quem vai assistir ao jogo pode falar. Até porque, ESTE ATO foi registrado, mas quantos outros já devem ter ocorrido na mesma ou até em maior proporção? Sou contra o racismo sim. As pessoas estavam erradas sim e tomara que elas sejam punidas mesmo!

Por outro lado, mais uma vez a imagem da mulher é a que mais pega. O próprio advogado Gabriel Vieira do Grêmio citou durante o julgamento: “São cinco torcedores, uma torcedora e mais quatro.”. Já teria bastado se ele tivesse dito “cinco torcedores”, mas enfim. Agora ela que tá pagando todo o pato e não se ouve falar dos outros quatro torcedores (quatro? Ontem ouvi numa reportagem que ela foi a 6ª a depor). Ok, ela tá errada. Quantos já estiveram? Mas porque tanta repercussão? AHHHHHHHH, porque ela é MULHER e estava num ESTÁDIO DE FUTEBOL e se juntou ao grupo de racistas para falar mal do goleiro. Errou, ok!

Já ouvi notícias horríveis sobre tudo o que tá rolando depois dessas imagens que jogaram no facebook para julgá-la. Estão apedrejando a casa dela, ela perdeu o emprego, estão fazendo ameaças tornando a vida dessa mulher um inferno! Engraçado que o racismo acontece debaixo do nosso nariz às vezes em tom de “brincadeira” (muito sem graça, por sinal) e a gente dá risada e não acha que quem falou é “tão ruim” quanto ela foi. Repito, não estou defendendo, só acho que ela já está pagando pelo erro que cometeu. Quem somos nós pra julgar? Todos erramos! O importante é identificar esses erros e não voltar a repeti-los. O peso da nossa consciência, só a gente conhece.

É hipocrisia demais julgar de um lado e fechar os olhos de outro. Espero sinceramente que um dia nossa sociedade evolua a ponto de não precisar excluir um time de futebol de uma competição por conta de um ato preconceituoso, porque eu acredito que a cultura se muda dia-a-dia e desejo muito ver um mundo sem preconceitos, sejam eles quais forem.

, , ,

Deixe um comentário