Posts Marcados Corrupção

Cultura da Corrupção

O Brasil está passando por um momento doente. As pessoas estão doentes. O mundo está doente e não existe apenas um vírus para apontar como causador disso. Este cenário é reflexo de uma série de fatores que não podem ser analisados separadamente. Todos temos participação nessa doença generalizada.

O problema começa na conduta de cada um! Começa no troco indevido não devolvido; No atestado médico sem necessidade; Na sonegação de impostos; No furar da fila; No pegar emprestado e “esquecer”; No estacionamento em vagas especiais sem ter a necessidade; No comodismo de sempre dar um “jeitinho brasileiro” de resolver as coisas, por mais incorreto que seja.

Isso continua quando as empresas têm um único objetivo: o lucro. Sendo assim, elas não se importam com o meio ambiente, com as condições psicológicas de seus funcionários, com todo o meio em que estão inseridas. As empresas preferem ter menos despesas porque acham que isso não lhes diz respeito. O problema é que todas precisam de água, ar e energia (no mínimo) e esses recursos naturais estão cada vez mais escassos, principalmente por conta da poluição que elas mesmas provocam.

Para governar as pessoas no nosso país, existe o Estado que é dividido em três domínios: Poder Executivo, Poder Legislativo e Poder Judiciário. O Estado é quem deve cuidar das questões políticas, sociais e econômicas. Neste ponto é necessário citar que não existe um único responsável por todos esses problemas estruturais atuais. O problema não está em um partido, nem em um cargo em específico de poder. A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 deixa muito claro, no Art. 84, quais são as atribuições da Presidenta. O cenário atual é reflexo de anos e anos de má gestão.

Hoje se ouve muito falar em Corrupção. Segundo conceito, corrupção “é o efeito ou ato de corromper alguém ou algo, com a finalidade de obter vantagens em relação aos outros por meios considerados ilegais ou ilícitos.”. Sendo assim, todos nós somos corruptos, por todos esses motivos que foram descritos aqui.

Sem sombra de dúvidas o Governo estimula esse descontrole e consequentemente os problemas econômicos. Um exemplo claro são os facilitadores de financiamentos e parcelamentos que são concedidos à empresas. Por “cultura” o Brasileiro gosta de pagar suas contas a perder de vista. Isso faz com que facilite o descontrole dos seus orçamentos. As maiores empresas se aproveitam dos benefícios para comprar empresas menores, que produzem os mesmos produtos, formando assim um monopólio de produtos. Se existe monopólio, eles quem determinam os preços de seus produtos e consequentemente, aumentam os índices inflacionários. Com o aumento da inflação, a moeda perde valor.

Acredito que o que mais incomoda a população Brasileira é a falta de retorno dos impostos pagos. A tal corrupção que envolve os partidos políticos e os desvios de dinheiro tem que ser minimizados. Porém, uma coisa é fato, a “cultura da corrupção” do Brasil está longe de acabar e deve começar por cada um de nós.

, , , , ,

Deixe um comentário

Manifestação 15 de Março

Acredito que o evento mais falado no Brasil atualmente é a Manifestação do Dia 15 de Março. Querem fazer o Brasil “PARAR”. Eu não sou contra as pessoas manifestarem suas opiniões e irem para as ruas em busca de soluções (inclusive creio que devemos lutar pelo o que acreditamos, sempre). Eu sou contra pessoas ignorantes que muitas vezes nem sabem por que essa manifestação ocorrerá e pior, as que vão sem saber, mas querem estar lá “exigindo seus direitos”.

Primeiro ouviu-se falar em Impeachment. Pois bem, o Impeachment é um processo complexo que envolve a Câmara dos Deputados, o Senado Federal e o Presidente do Supremo Tribunal Federal. Os prazos e regras estão nos artigos 85 e 86 da Constituição Federal e na Lei nº 1.079/1950. Resumidamente, o Impeachment inicia por denúncia formulada por qualquer cidadão à Câmara dos Deputados. O Plenário decide se há pertinência para instaurar o processo, decisão que exige o voto de ao menos dois terços dos Deputados Federais. Instaurado o processo, no caso de crime de responsabilidade, encaminha-se a acusação ao Senado Federal e o Presidente da República fica automaticamente afastado do cargo enquanto aguarda o desfecho. O julgamento se dá pelo Plenário do Senado Federal. Para que se conclua pela cassação, também é exigido o voto positivo de ao menos dois terços dos Senadores da República. Acho interessante que todos leiam e entendam o processo antes de saírem por aí querendo o Impeachment. E tenho uma “novidade”: se a Dilma for afastada por conta do Impeachment, assumirá o Vice-Presidente, Michel Temer (PMDB-SP). Se ele também sofrer Impeachment, o Eduardo Cunha (PMDB-RJ) assumiria e depois dele Renan Calheiros (PMDB-AL). Não se iludam!!!! O Aécio Neves não assumirá!!! E vale ressaltar que Dilma Rousseff só poderia ser cassada por um eventual crime cometido no mandato atual, ou seja, a partir de 1 de janeiro de 2015. Mesmo denúncias de quando ela foi ministra ou no mandato de 2010 a 2014 não serviriam como base para o Impeachment. O mesmo vale para o Vice-Presidente Michel Temer, que só poderia sofrer impeachment caso cometesse um crime a partir do dia em que virasse presidente. E tudo isso teria que acontecer em até dois anos após o início do mandato.

Em um segundo momento, a questão da Petrobras veio como argumento para a Manifestação também. Aí entrou a questão da corrupção. Depois veio o aumento dos combustíveis que consequentemente mexeu no bolso do Brasileiro diretamente. Tudo me faz acreditar que a paralisação dos caminhoneiros entrará em pauta também para a tal Manifestação.

Aí eu pergunto a você que irá participar da Manifestação: você sabe por que estará indo se Manifestar no dia 15 de Março? Se a resposta for positiva, qual a melhor forma de reverter à situação pela qual você está lutando? Têm argumentos formados e entende como você está ajudando o Brasil com isso? Se a resposta for sim, leve faixa! Converse! Discuta! Não saia de casa para brigar, para causar tumulto apenas. Precisamos ajudar o Brasil, num coletivo, num todo. Todos vivemos aqui e queremos uma mudança boa, então, sejamos a mudança que queremos ver. Vamos começar por nós, pelas nossas atitudes.

Seja um Manifestante consciente, CRÍTICO! Não se deixe levar por um grupo de pessoas que lutam e nem sabem por quê. Nós temos nossos direitos como cidadãos e devemos usá-lo da melhor forma possível. Não seja apenas mais um.

, , , , , , ,

Deixe um comentário

Tipos de eleitores (as)

Como o segundo turno das Eleições 2014 acontece neste domingo, é normal que o assunto esteja como número um das redes sociais. Observado isso, resolvi deixar aqui meu ponto de vista sobre os tipos de eleitores (as):

  • Faladores:

Aqueles que não entendem nada de política, mas que em época de eleição são os críticos mais chatos que existem. Ah! E saem discutindo o assunto até com o papa, inclusive excluindo os amiguinhos das redes sociais (risos). Sem citar que pegam qualquer tirinha que jogam na rede e saem compartilhando feito loucos sem nem ver se aquela informação é realmente verídica.

  • Partidários:

Não importa quem é o candidato, sendo do partido dele, é o melhor!

  • Anti:

Seja anti-PT, anti-PSDB, anti-Dilma ou anti-Aécio. Eu me encaixo nesse grupo. Sou anti-Aécio e não fico puxando o saco da Dilma, porque ela não foi a minha candidata no primeiro turno, mas como ela é a única opção… Fazer o que? Não acho certo votar em Branco ou Nulo. Já que restaram esses dois, que vença o melhor (ou o menos pior).

  • Neutros:

Preferem não comentar para não criar atritos com ninguém. Muita gente acha melhor não dar sua opinião pra não ficar de bate-boca depois.

  • Fãs:

Aqueles fanáticos que respiram o candidato 24h por dia e tentam convencer o mundo de que o candidato deles é o melhor.

  • Querem mudança:

A Dilma vai perder um montão de votos por conta desses eleitores, os que querem mudança. Eu só espero que esses eleitores não se arrependam de ter escolhido seu candidato apenas por isso. Tenho medo de como estará o Brasil já em 2016, caso o Aécio ganhe.

  • Não votantes:

Acho que esses são os piores, até mesmo piores que os faladores e fanáticos. Recentemente esperando o ônibus, ouvi a conversa de três pessoas que não se conheciam, falando do segundo turno. Era quem mais podia malhar a Dilma. Falando dos escândalos, corrupção, estádios superfaturados, etc. Beleza, cada um vê o lado que quer do Governo atual. Estava tudo lindo, até que o mais crítico do grupo disse “Eu não voto há quinze anos e não me arrependo. Aliás, só voltarei a votar quando tiverem candidatos bons!”. Fiquei pensando a respeito… Se o cara não vota, qual a moral dele para falar de qualquer candidato que seja? Ele não está exercendo sua cidadania; Ele não está fazendo o mínimo pelo país onde mora. Acredito que nenhum candidato consiga agradar 100% alguém. Até porque não é mole a “responsa” de dar a cara à tapa para ser candidato a qualquer cargo político que seja neste país. Inclusive, me deu muita vontade de falar para este cidadão se afiliar a algum partido e candidatar-se.

Brincadeiras à parte e espero que nenhum leitor tenha se ofendido, mas estes são os tipos de eleitores mais comuns. Na minha opinião, ninguém tem que convencer ninguém a nada. Cada um sabe onde o calo aperta; Cada um sabe qual candidato será melhor pra si, de acordo com os seus princípios. Acho terríveis essas pessoas que ficam batendo de frente com as outras para provar qual dos dois é o melhor, o menos corrupto, etc.

A verdade é que dentro da política existe muita sacanagem, muita corrupção, muito dinheiro e tudo isso a gente já sabe. Aos que acham que isso vai mudar não se iludam. Os dois partidos que estão disputando o poder são de longa data e o buraco é bem mais embaixo. Eu sou à favor de mudanças sim, desde que para melhor. Não tenho motivos para votar no Aécio. Não gosto do jeito com que ele aborda sua candidatura; Não gosto de como ele fala de suas propostas, NÃO GOSTO DELE. Porém, isso não me faz faltar com respeito com quem o escolheu para votar.

Quanto aos vídeos que compartilho que fazem algumas piadinhas do Aécio, é porque acho incrível a criatividade desses publicitários. Assim como também acho engraçado muitas tirinhas que fazem da Dilma. Mas sinceramente, nada soa mais engraçado do que as pessoas se matando por causa de seus candidatos. Só um recado: EXISTE VIDA PÓS ELEIÇÃO!

, , , , ,

2 Comentários